Este Blog foi criado com intúito de prestar informações sobre a Bahia na área de lazer, turismo, entretenimento e cultura.

  • folder

Últimas

O Congresso Photoshow acontece em julho na Bahia

O Photoshow Congresso dedicado à  fotografia traz para Salvador, durante  os 28,29 e 30  de julho de 2014, os maiores nomes da fotografia nacional.photoshow2014

Criando a luz perfeita para casamentos

 

 

Criando a luz perfeita para casamentos esse será o tema da palestra do fotógrafo  Anderson Miranda, durante o  Congresso  Photoshow,   em julho de 2014 em Salvador. anderson-miranda

PhotoShow em Salvador

Aproveite hoje o último dia de desconto para o Photoshow, maior congresso de fotografia em julho em Salvadorphotoshow-iphoto-editora-salvador-ultimo

Festejos juninos no Pelourinho

Em junho o nordeste  mostra toda a força de sua cultura durante os festejos juninos. A diversidade cultural de cada estado pode ser comprovada até  na culinária com receitas de dar água na boca.  Em Salvador, o Centro Histórico fica ainda mais bonito com as atrações que diariamente se apresentam nas praças.

Os turistas que já circulam pela cidade para os jogos da Copa do mundo de 2014 , à partir   desta terça-feira dia 3, já vão conferir o  início  da  programação com shows de  forró e  muita animação . Veja as atrações  divulgada pelo Pelourinho Cultural:

Na terça (03), o Largo Pedro Archanjo, 21h, recebe o sanfoneiro Jó Miranda, que além de interpretar canções autorais, traz clássicos dos festejos nordestinos. No Largo Tereza Batista, 21h, a cantora Vanesca Pinheiro abre a festa do forró universitário. Já no Largo Quincas Berro D’Água, a festa vai ser em dose dupla. A partir das 20h, Zé Grilo e Sua Gente promete fazer todo mundo dançar juntinho ao som do autêntico forró pé de serra. Mais tarde, às 22h, a banda Pirombaião mescla suas harmonizações inovadoras e criativas a grandes sucessos da música tradicional nordestina.

Orquestra Popular da Bahia se apresenta na quarta-feira (04), no Largo Pedro Archanjo, 20h. A orquestra mostra a cultura percussiva baiana, resgatando a raiz e a essência de toda a história do axé music desde os anos 80.

Na quinta-feira (05), no Largo Pedro Archanjo acontece a Mostra de Resultados da 1º Feira de Artesanato do SESC, entre 10h e 17h, com atrações como Peões do Forró, show de repentistas e apresentação de teatro e concurso de dança. Mais tarde, acontece o show de Zéu Lobo e Banda Alcatéia, às 20h. Encerrando a noite, o forrozeiro Cicinho de Assis sobe ao palco às 22h30.

Ainda na quinta-feira, no Largo Quincas Berro d’Água, 20h30, o cantor Missinho retorna ao Pelô, agora em um projeto voltado para os festejos juninos.

Na sexta-feira (06), o clima se torna ainda mais festivo no Pelourinho em um verdadeiro arraiá de solidariedade, o Forró do Povão, que na sua 3ª edição traz a banda Forrozão e o cantor Zelito Bezerracomo atrações principais. O evento acontece no Largo Tereza Batista, 19h, e o ingresso custa apenas 1 kg de alimento não perecível. No Largo Pedro Archanjo, 21h, o palco é do forrozeiro Eugênio Cerqueira. Já no Largo Quincas Berro D’Água, 21h, a alegria fica por conta da Banda Serra Norte.

No sábado (07), tem Zelito Miranda, no Largo Pedro Archanjo, às 21h. Conhecido como “o rei do forró temperado”, o forrozeiro é dono de um timbre inconfundível, e carrega consigo histórias inesquecíveis de uma experiência musical percorrida em 25 anos de carreira. No Largo Tereza Batista, 21h, a banda de forró pé de serra, Matuto Ligado, mostra a mistura do tradicional com o moderno em seu repertório. No Largo Quincas Berro d’Água, 21h, a festa vai ser comandada pela Banda Forró Xote.

Mais Pelô

 

Na terça-feira (10), o clima junino continua esquentando a programação do Pelô. No Largo Tereza Batista, 21h, Dinho de Oliveira leva ao palco ritmos do cancioneiro nordestino. E no Largo Quincas Berro D’Água, 21h, acontece o show de Cristiano Leão e Banda Fo

PhotoShow acontece em julho em Salvador

Chegando à sua quinta edição, o PhotoShow agora acontecerá no Teatro Sesc Casa do Comércio em Salvador, Bahia, nos dias 28, 29 e 30 de julho de 2014. Com 3 dias de evento, divididos em 11 palestras, o congresso terá mais de 27 horas de muito aprendizado e prática ao vivo. Um grande estúdio será montado para mostrar todos os segredos e técnicas para a captação e finalização de imagens.

folder

O objetivo do PhotoShow, um dos maiores congressos de fotografia do país, é romper barreiras e eliminar obstáculos. Por isso, o evento leva a cada região do país os grandes mestres da fotografia de estúdio e casamento. Agora todo profissional poderá aprimorar ou reciclar suas técnicas e conhecimentos com os maiores especialistas em fotografia de casamento, estúdio, Photoshop e Diagramação, em um congresso qualificado, moderno e bem perto dos profissionais do Nordeste.

As albanesas que se vestem (e vivem) como homens

Reportagem fotográfica revela mundo das mulheres que mantêm viva tradição de cinco séculos, assumem papéis masculinos e adotam a virgindade para sempre

Fonte: OutrasMídias

burneshas-albanian-women-who-live-as-men-jill-peters-2 

O fotógrafo Jill Peters apresenta o fenômeno chamado de “burneshas”: mulheres albanesas que decidiram por iniciativa própria viver como homens, ou que tiveram que assumir essa identidade por mando da família. Elas fazem o voto de virgindade e assumem o papel de homens para o resto de suas vidas. O que costumava ser um uma tradição comum no século 15 ainda permanece vivo em algumas áreas rurais no norte da Albânia.

burneshas-albanian-women-who-live-as-men-jill-peters-8

Jill explica: “A liberdade de votar, dirigir, ter um negócio, ganhar dinheiro, beber, fumar, possuir armas ou vestir calças era tradicionalmente da competência exclusiva dos homens. As meninas eram comumente forçadas ao matrimônio em casamentos arranjados, muitas vezes com homens muito mais velhos de aldeias distantes. Como alternativa, elas poderiam fazer o voto de virgindade, se tornando “burneshas”, o que elevava a mulher à condição de homem e lhe concedia todos os direitos e os privilégios exclusivos da população masculina”.

 “A fim de manifestar a transição, as mulheres deveriam cortar o cabelo, passar a vestir roupas masculinas e às vezes até mudar de nome. As atitudes e os gestos masculinos eram praticados por elas até se tornarem naturais. E o mais importante de tudo: as burneshas deveriam fazer um voto de celibato e permanecer castas por toda a vida. ‘Ela’ se tornava ‘ele’. Esta prática continua até hoje, mas como o avanço da modernização em direção às pequenas aldeias, essa tradição arcaica é cada vez mais vista como obsoleta. Apenas algumas burneshas mais velhas permanecem”
burneshas-albanian-women-who-live-as-men-jill-peters-4
Jill também aprendeu que essas mulheres são muito respeitadas em suas comunidades: “Elas possuem uma quantidade indescritível de força e orgulho, além de honrarem a família acima de tudo. Sua transição absoluta é totalmente aceita sem questionamentos pelas pessoas com quem convivem. Mas o mais surpreendente é que elas não se arrependem da escolha que fizeram, apesar dos inúmeros sacrifícios pelos quais passam”.

Faça a fotografia e a filmagem de seu aniversário com nossa equipe

Ótima oportunidade para cobertura de festa infantil! Fotógrafo profissional, filmagem, vídeo de qualidade para a sua festinha!

 

Faça a fotografia e a filmagem de seu aniversário com nossa equipe.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 685 outros seguidores